Skip to main content
Imagem que representa a pós produção, com tela de software ao fundo

Pós produção: suas dúvidas respondidas aqui!


Você acabou de filmar tudo o que estava planejado e já está sentindo aquela sensação de dever cumprido não é verdade? Não queremos desanimar, mas o trampo está só começando! Depois de fazer seus takes, é preciso desmontar os equipamentos, guardá-los e começar a pensar na edição de vídeos também.


Mas a edição é só uma das etapas da Pós produção. Você quer se aprofundar mais nesse assunto e melhorar seus trampos audiovisuais? Continue lendo esse texto que você chega lá!


Hoje você vai saber mais sobre:


Etapas de produção de um filme


Quase tudo o que fazemos na vida costuma ter um processo. Pense bem: você nasce, se desenvolve, vira adulto e depois morre. Os dias começam pela manhã, depois vem a tarde, fechando na noite. Produzir um vídeo segue o mesmo raciocínio.


Existem 3 etapas fundamentais para você criar um filme da hora:

  • Pré-produção;
  • Produção;
  • Pós-produção.


Como você pode perceber, os 3 passos estão conectados. Por isso, não dá para a gente falar de Pós-produção sem também mostrar as outras duas. O post ficaria incompleto e não é essa intenção, sacou?


Se você consegue executar bem cada um desses 3 pontos, com muita certeza seu vídeo ficará bacana. Vamos bater um papo, então, sobre cada um deles, inclusive a pós-produção.


Pré-produção

Imagem que mostra um checklist do planejamento de vídeo, que será aproveitado na pós-produção


Bom, acho que você já deve ter sacado que a pré-produção é uma etapa de planejamento do seu vídeo. Esse é o momento de fazer o seguinte:

  • Criação de um bom roteiro;
  • Listagem dos itens de cena;
  • Seleção de atores/atrizes (se houver);
  • Levantamento da grana disponível;
  • Seleção de um local para gravar as cenas;
  • Definição de funções;
  • Figurino usado;


A pré-produção talvez seja a parte mais importante do seu vídeo, porque ela é um verdadeiro alicerce. Pras outras etapas darem certo, as coisas aqui precisam estar funcionando muito bem.


Por isso, invista um tempinho para criar um bom roteiro, definir planos e enquadramentos, a ordem das cenas e a história de forma geral. Pode acreditar, você acha que pode estar perdendo tempo, mas na verdade, você está deixando o machado mais amolado e pronto para usar.


Listar os itens que você vai precisar garante que tudo esteja pronto para ser usado durante a produção, evitando correrias ou improvisações durante as gravações. É importante também dar uma boa pesquisada no preço desses itens para não estourar a verba disponível.


Junto com os itens, também é importante fazer uma seleção de locais e atores com cuidado. Eles podem contribuir, tanto para o fracasso, quanto para um sucesso de um vídeo. Não tome essas decisões também só pelo lado da grana, invista em qualidade sempre que for possível e couber no seu bolso.


Agora sim, essas dicas já dão uma boa base para suas pré-produções. Vamos seguindo então.


Produção

Imagem que mostra a gravação de um filme usando uma câmera


Agora sim, com o mínimo de planejamento feito e uma base forte, chegou a hora de botar a mão na massa e tirar seu vídeo do plano das ideias. É hora de executar tudo aquilo que você planejou com cuidado. Luz, câmera e ação!


O que é feito na pós-produção de um filme ou vídeo?


E depois de passar pelas outras duas etapas, chegou a hora de falar da pós-produção, o tema desse post.


Mas por que ela é tão importante? Depois que você filmou o que havia planejado, está com um monte de arquivos brutos de vídeo, que não fazem sentido nenhum.


Então, chegou a hora de você dar um toque e construir uma narrativa que, de fato, seja coerente. Uma equipe de profissionais de vídeo, como roteiristas, diretores ou editores, se reúne para garantir esse acabamento e garanta que todos os arquivos sejam “empacotados” e virem um vídeo montado.


A etapa que todo mundo costuma lembrar é a parte da edição, mas a pós-produção tem algumas outras etapas que também devem ser lembradas:

  • Desmontagem dos equipamentos e cenários;
  • Edição de vídeos;
  • Análise do material produzido;
  • Publicação e distribuição.


Então agora, vamos falar de cada uma delas. Não deixe de conferir ;D


Desmontagem dos equipamentos e cenários

Demontagem de equipamentos durante a pós-produção


Então, a primeira etapa da pós-produção pode ser até óbvio, mas muita gente não deve dar tanta atenção. Assim que acabar de gravar o seu vídeo, guarde todo o seu equipamento: microfones, câmeras, leds ou carregadores. Essa dica vale também se você criou algum cenário ou está usando um Chroma Key, por exemplo.


Fazendo isso, você deixa seus equipamentos mais organizados para o próximo trampo, garante que eles fiquem protegidos e conservados por mais tempo e, de quebra, ainda ganha espaço e organização na hora que for editar seu vídeo.


E por falar em edição, esse é o próximo ponto que vamos mostrar. Saca só:


Edição de vídeos


A edição talvez seja a parte mais famosa e o que despertou seu interesse em trabalhar com vídeos, certo? Nessa etapa da pós-edição, você vai filtrar tudo o que entra e o que sai do vídeo final. Mas não é só isso, a edição de vídeo também tem alguns outros passos que você precisa conhecer.


Pra facilitar seu entendimento, a gente vai separá-la em pequenos trechos a seguir:


1. Escolha das cenas


Depois que você gravou tudo, adivinha por onde você deve começar? Isso mesmo, você precisa ver tudo que foi gravado! É, nós sabemos também que essa parte pode ser meio chata, mas é extremamente importante fazer isso. Só assim você terá uma visão completa de todo o material produzido e escolher aquilo que fará parte e o que removerá do seu vídeo.


Para facilitar sua vida e sua memória, também dá para anotar tudo que você quer encaixar na sua produção usando papel e caneta ou mesmo uma planilha. Se você fez uma pré-produção de qualidade e gastou um tempinho fazendo um roteiro, provavelmente já tem em mente quais são essas cenas-chave para a criação do vídeo. Agora vamos à próxima etapa.


2. Tratando o áudio


Você até consegue assistir um vídeo com uma imagem mais ou menos. Agora, ver assistir alguma coisa que tenha o áudio ruim é quase uma missão impossível, não é verdade?


Por isso, também é importante fazer um tratamento no áudio do material, garantindo para seu público uma experiência completa. Existem vários softwares que você pode usar para fazer isso sem gastar nada.


Outra dica é já garantir que o áudio durante a captação seja de qualidade. Por mais que sua câmera tenha um microfone, ele não costuma entregar muita qualidade. Se tiver uma graninha sobrando, pense em comprar um mic a parte. Acredite, faz toda a diferença!


3. Edição de vídeos

Edição de vídeos no adobe premiere, outra etapa que faz parte da pós-produção de vídeos


Aqui estamos falando literalmente da parte visual da coisa. Durante a edição de vídeo, você vai colocar os arquivos na sequência em que devem estar para que a narrativa tenha sentido. O áudio que você tratou na etapa anterior também vai ser incluído para a criação do vídeo final.


Chegou a hora também de corrigir a falta ou excesso de luz, cores, contraste e até mesmo corrigir o foco. Lógico, tudo isso que foi falado na medida do possível, edição não faz milagres! Por isso, mais uma vez, é preciso garantir um bom trabalho na pré e na produção do vídeo. A pós-produção é só a cereja do bolo!


E se tiver pensado também em incluir algum efeito sonoro ou trilha, o momento é agora! Só tome cuidado para não escolher uma música que tenha direitos autorais, você pode acabar tendo dores de cabeça!


4. Efeitos gráficos


Outra coisa que você pode pensar durante a pós-produção é colocar alguns efeitos gráficos no seu vídeo. Eles vão ajudar a deixá-lo mais atrativo e podem prender a atenção da galera por mais tempo.


A sua criatividade é o limite! Você pode, por exemplo, colocar textos, ícones, imagens, memes.. Só tome cuidado para não exagerar, deixando seu vídeo meio forçado. Agora vamos falar de um deles em especial, confira!


5. Vinheta


Dentro dos efeitos visuais, um que pode se destacar e deixar seu material bem mais foda é a vinheta! Isso vai deixar seu vídeo muito mais profissional e com a sua cara.


Dessa forma, quando as pessoas virem sua vinheta, automaticamente poderão lembra de você. Então, se você ainda não fez a sua, vale a pena pensar nisso. Só tome cuidado para que ela não seja muito grande: mantenha o tamanho até uns 10 segundos.


Depois de passar por todo esse processo, você pode renderizar e exportar seu vídeo. Mas antes de publicá-lo, é preciso passar por mais uma etapa.


Revisão do vídeo


Bom, você gastou tempo planejando seu vídeo, gravando e editando. Todo esse tempo gasto tem que valer a pena. Você não quer encontrar um erro que passou batido depois que seu vídeo estiver publicado, não é mesmo?


É para isso que serve a etapa de revisão! Veja e reveja seu vídeo algumas vezes. Compare com o que você havia planejado. Conseguiu chegar no resultado esperado? Deixou de incluir alguma cena, ou incluiu uma que não devia entrar? Seus elementos gráficos estão no momento certo? O áudio está ok?


Se alguma coisa saiu do jeito que você não esperava, é hora de alterar antes de chegar na publicação.


Durante a revisão do vídeo, também é o momento de pedir opiniões. Encontre pessoas de confiança e pergunte para elas o que acham da sua produção. Mas tome cuidado para filtrar as críticas construtivas, das destrutivas. Por isso a importância dessas pessoas serem próximas.


Tudo certo? Então a pós-produção cumpriu seu papel! Chegou a hora de publicar seu vídeo e mostrar seu trampo para o mundo ver!


Publicação


Agora que você tem certeza que o vídeo tá no ponto, aperte os cintos e bora publicá-lo! Você já deve imaginar que o YouTube é nossa preferência nacional. Então se você quer que seu vídeo esteja on-line, vamos considerar que é para publicá-lo no YouTube, ok?


Dito isso, você precisa encontrar um termo que descreva seu vídeo e que ajude as pessoas a encontrá-lo. Para isso, você pode usara algumas ferramentas de pesquisa de palavras-chave, umas gratuitas, outras pagas. Já falamos sobre elas aqui no blog, mas não custa repetir:


Em cima dessa palavra-chave que você escolheu, é preciso criar um título chamativo, que inclua esse termo, colocar tags e criar uma descrição para seu vídeo.


Não se esqueça também de criar uma thumbnail, as miniaturas, bem atrativas e chamativas para seus vídeos e que complementem o título dele. E se você não tem a manha com programas de edição, o Canva pode quebrar o seu galho, sem perder qualidade!


E por fim legende seus vídeos! No YouTube você consegue fazer direto por lá ou subir um arquivo. Se você faz isso, pessoas que têm deficiência auditiva, ou quem não pode assistir com áudio ligado, também podem ver o seu vídeo. E se você quer mais um benefício, as legendas ajudam os algoritmos do YouTube a entender qual é o tema do vídeo, e podem facilitar para que ele seja encontrado na busca.


Distribuição

Imagem mostrando pessoas com um megafone, representando a distribuição de vídeos na Internet


Calma que seu trabalho não acabou ainda. Agora que seu vídeo está público é hora de divulgar para receber ainda mais views. Aposte então nas mídias sociais!


1. Crie teasers


Teasers podem ser uma boa pedida na hora de divulgar seus vídeos. Se você não conhece esse termo, são aqueles “pedaços” de vídeo que estão por todo lado na Internet. Escolha uma parte que chame bastante atenção e crie um videozinho em cima disso. Divulgue então no Instagram, Facebook, Twitter.. Fique ligado no formato: se for usar o stories ou IGTV, por exemplo, é preciso adaptar o vídeo para o formato vertical.


Veja como fazer stories usando o Premiere


2. Invista em anúncios


Anúncios podem ser também outra forma de dar um empurrãozinho no seu vídeo. Em tempos de queda do alcance orgânico, pode fazer uma boa diferença patrocinar seu material e alcançar mais pessoas.


E as possibilidades são muitas: você pode criar anúncios no Facebook, YouTube, Twitter ou Stories patrocinadas, por exemplo.


3. Divulgue seu canal


Quem não é visto não é lembrado! Essa ideia vale se você tiver um canal no YouTube. Compartilhe seu vídeo nas suas redes sociais, mande para amigos, família e quem mais puder dar uma força!


Nós também separamos um post para você aprender a divulgar seu canal e conseguir mais resultados!


Conclusão


A ideia inicial desse texto era para falar sobre pós-produção, mas acabamos mostrando mais que isso.


Você viu, além dela, outras fases de produção de um vídeo. Todas elas tem que funcionar em conjunto para darem certo.


Além disso, falamos um pouco também sobre a divulgação e publicação do seu vídeo, depois que ele já estiver pronto.


A gente acha que com tudo isso em mãos você já consegue ter uma ideia melhor de como começar um vídeo do 0 até chegar nas últimas fases, a publicação e divulgação do seu trampo.


Mas essa é a nossa opinião. Agora queremos saber de você, o que achou desse post? Ele foi útil? É só deixar um comentário aqui embaixo pra gente saber.


E outra coisa: se realmente for útil, mande para outras pessoas também. Aí você ajuda essas pessoas e também dá uma força pra gente continuar publicando aqui.